05/08/13

Polícia Militar do Rio de Janeiro Escolhe Organizadora para o Concurso 2013.

A Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PM-RJ), que já divulgou o edital do seu concurso, deverá abrir inscrições ainda este mês para 6 mil vagas de soldado. O cronograma da seleção deverá ser anunciados dias depois ao processo de pregão eletrônico para escolha da organizadora, que ocorrerá na próxima segunda, dia 5. Segundo a Diretoria Logística (DL) da corporação, tudo está pronto para que a instituição que aplicará as provas seja definida no início da próxima semana. De acordo com o edital já divulgado, para concorrer a soldado, além do nível médio, será exigida carteira de habilitação, no mínimo na categoria “B”. Também são requisitos do cargo possuir altura mínima de 1,60m, para mulheres, e de 1,65m, para homens, além de idade entre 18 (na matrícula) e 30 anos (até o fim do período de inscrição). 

 O salário inicial é de R$2.382,89, mas a remuneração pode ultrapassar R$5 mil, pois são pagas gratificações para quem faz curso de qualificação (R$350) ou trabalha em Unidade de Polícia Pacificadora (R$750). A Assessoria de Imprensa da PM-RJ informou que os praças que se voluntariam para trabalhar na folga no sistema RAS (Regime Adicional de Serviço) recebem R$150 por oito horas/dia e R$225 por 12 horas/dia. São permitidos até oito RAS por mês. As inscrições serão realizadas no site da organizadora vencedora do pregão eletrônico, em período ainda a ser definido. Quem não tiver acesso à internet poderá utilizar os computadores disponíveis no Centro de Recrutamento e Seleção de Praças (CRSP), entre 9h e 17h. De acordo com o edital do concurso, a taxa será de R$100.

O valor da taxa vem sendo muito criticado por candidatos e especialistas, que afirmam que a quantia é muito superior à média de outros concursos de nível médio. A PM-RJ informou apenas que cumpre um decreto estadual que estabelece que o valor não poderá ser superior a 5% da remuneração inicial do cargo ou emprego em disputa. A isenção poderá ser solicitada pelos inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) integrantes de família de baixa renda, no site do futuro organizador do concurso.

O concurso constará de sete etapas, com a organizadora sendo responsável pelos exames intelectual (prova objetiva e redação), médico e psicológico. As demais fases - exames antropométrico, físico, toxicológico e investigação social e documental - serão realizadas pela própria corporação. O exame intelectual terá duração de cinco horas e será aplicado no Estado do Rio de Janeiro. A prova objetiva será composta por 40 questões, distribuídas pelas disciplinas de Português (dez), História, Geografia, Sociologia, Informática, Legislação de Trânsito e Direitos Humanos (com cinco questões cada). Também haverá redação, que deverá ter entre 20 e 30 linhas. Só serão corrigidos os textos dos 30 mil primeiros classificados.
Fonte: Folha Dirigida
APOSTILA IMPRESSA E DIGITAL, VÍDEO AULA E CURSO ESPECÍFICO PARA O CONCURSO DA PM-RJ 2013

02/08/13

Concurso Polícia Militar do Rio de Janeiro abre 6 mil vagas para soldados

São 5.400 vagas para homens e 600 vagas para mulheres.
O candidato deve ter idade de 18 a 30 anos.

A Polícia Militar do Rio de Janeiro lançou edital de concurso público de admissão ao Curso de Formação de Soldados Policiais Militares. São 6 mil vagas, sendo 5,4 mil para candidatos masculinos e 600 para candidatos femininos - 20% das vagas serão destinadas aos candidatos que se autodeclararem negros ou índios no ato da inscrição. A organizadora ainda não foi definida, nem as datas das inscrições e provas. O salário também não foi informado.

O edital foi publicado no "Diário Oficial" - acesse http://estaticog1.globo.com/2013/07/22/PM_todas.pdf
O candidato deve ter idade de 18 a 30 anos até a data limite do período de inscrição; ter concluído o ensino médio ou estar concluindo; ter carteira nacional de habilitação (CNH), exceto somente categoria “A”; para candidatos do sexo masculino, ter altura mínima de 1,65m, e para candidatos do sexo feminino, 1,60m.
A remuneração inicial informada em julho do passado era de R$ 2.382,89, com direito à gratificação de R$ 350 para policiamento ostensivo de rua e R$ 500 para efetivo de Unidades de Polícia Pacificadora (UPP). Existe ainda a possibilidade de o policial trabalhar para outras secretarias, como Educação e Segurança, nos dias de folga. O máximo permitido são oito serviços de 12 horas cada, pelos quais o soldado ou cabo recebe R$ 225, o que representa R$ 1.800 a mais no fim do mês.

O valor da inscrição no concurso será de R$ 100,00.

O concurso público terá exame intelectual, mediante a aplicação de prova objetiva e redação; avaliação psicológica; exame antropométrico; teste de aptidão física; exame toxicológico; exames médicos; investigação social e documental.

A aplicação da prova objetiva e de redação será em dia e locais a definir futuramente, e serão realizadas no Estado do Rio de Janeiro.

A duração da prova objetiva e de redação será de 5 horas, incluído o tempo para leitura das instruções e preenchimento das folhas de respostas, referente à prova objetiva de múltipla escolha e transcrição da redação na folha de texto.
O concurso público será realizado no estado do Rio de Janeiro.

Polícia Militar do Rio de Janeiro
Inscrições a ser divulgada
Vagas 6 mil
Salário a ser divulgado
Taxa R$ 100
Provas a ser divulgada
Fonte: http://g1.globo.com

MATERIAIS PARA O CONCURSO PM RJ 2013

* Apostila Impressa Concurso PM- RJ 2013 - Curso de Formação de Soldados R$29,80 Editora: Nova Concurso Ver mais detalhes

* Apostila Concurso PM- RJ 2013 -  Curso de Formação de Soldados Impressa R$30,00 Digital R$ 45,00  Editora: Opção Ver mais detalhes

* Apostila Impressa Concurso PM- RJ 2013 - Curso de Formação de Soldados R$33,25 Editora: Solução Ver mais detalhes

* Apostila Digital Concurso PM- RJ 2013 - Curso de Formação de Soldados R$23,75 Editora: Solução Ver mais detalhes

* Vídeo Aula Concurso PM- RJ 2013 - Curso de Formação de Soldados R$99,00 Editora: Nova Concurso Ver mais detalhes

* Curso Online Concurso PM- RJ 2013 - Curso de Formação de Soldados R$79,00 Editora: Nova Concurso Ver mais detalhes

Parceiro: www.apostilaconcurseiro.com.br

12/07/13

G1 da dicas de como montar um Currículo

Candidato deve adequar o documento para cada oportunidade de trabalho.Segundo especialista, profissionais precisam ser objetivos e sucintos.

Como montar um currículo sem nunca ter trabalhado? Realmente é preciso colocar o cargo ou objetivo pretendido em todos os documentos? E o profissional que tem muitos anos de experiência, como ele pode destacar isso? Essas são apenas algumas das dúvidas que muitos trabalhadores têm na hora de preparar o currículo, que é o cartão de visitas de quem está em busca do primeiro emprego ou de uma nova oportunidade de trabalho.
Clique aqui e veja modelos de currículos para diversos cargos.


"O mais importante é ser objetivo e sucinto. A pessoa tem que pensar que através desse documento ele será chamado para uma entrevista", afirma Flávia Mentone coordenadora de recursos humanos do Centro de Apoio ao Trabalhado (CAT), da Secretaria Municipal do Desenvolvimento, Trabalho e Empreendedorismo.
Segundo Flávia, os candidatos devem adequar o currículo ao tipo de anúncio ou a plataforma em que as informações serão cadastradas. Em um site de empregos, o currículo pode ser mais genérico, já que não é possível saber quais empresas vão procura-lo, por outro lado, ao enviar o documento diretamente para a companhia, o ideal é prepara-lo somente para a vaga em questão.
Veja dicas para preencher cada etapa do currículo:
1 - Dados pessoais
O início do currículo deve apresentar o profissional, com nome completo, idade, estado civil, endereço, cidade, região, telefone (celular, residencial ou para recados) e e-mail. Não é preciso informar o CEP.

2 - Objetivo
Neste tópico, os profissionais precisam escrever de forma direta para que a empresa veja qual é a posição de interesse. Os candidatos não devem colocar diversos objetivos juntos.

3 - Resumo de qualificações
É importante que os candidatos aproveitem esse espaço para colocar informações positivas sobre sua carreira. O objetivo é chamar atenção para que o recrutador leia o currículo até o final. Nesse item, o profissional deve pensar quais habilidades, conhecimentos e experiências que ele possui seriam positivos para a posição e companhia. A partir dessa resposta, é possível selecionar o que será colocado no resumo.

4 - Formação acadêmica
O candidato deve colocar o último grau de escolaridade que possui, ou seja, quem não tem nível superior deve citar o nível médio, e assim por diante. Profissionais com MBA, pós-graduação ou curso técnico devem mencioná-los. A descrição deve ter o nome da instituição, curso e ano ou previsão de término.

5 - Experiência profissional
As informações precisam estar em ordem decrescente, da exoeriência mais recente para a mais antiga. A descrição deve conter nome da empresa, cargo, mês e ano de entrada e saída e atribuições. O candidato precisa colocar as atribuições e responsabilidades que tinha na empresa. Ele também pode relacionar as atividades com os resultados obtidos e ainda destacar as promoções.

6 - Cursos complementares
Cursos extracurriculares ou de curta duração e workshops podem ser informados. É importante mencionar o nome da instituição, mês e ano de início e término e carga horária.

7 - Idiomas
O candidato precisar ser honesto e indicar seu real conhecimento no idioma, já que o recrutador poderá testá-lo durante a entrevista. A fluência pode ser categorizada como: básico, intermediário, avançado e fluente. Caso o profissional não tenha conhecimento, não é necessário informar.

8 - Informática
O profissional pode informar seus conhecimentos em cada programa e categorizá-los. Para quem fez curso na área vale colocar, seguindo o padrão utilizado nos cursos complementares.

9 - Outras informações
Neste campo, o candidato pode informar experiências internacionais e trabalhos voluntários. Atividades feitas fora do horário de trabalho podem ser citadas, desde que tenham relação com o emprego ou destaquem as qualidades do profissional.

10 - O que não colocar
- Foto (Só deve ser enviada quando empregador solicitar)
- Número de documentos
- Título “currículo vitae” ou “currículo”
- Pronomes pessoais (Ao invés de colocar “eu desenvolvi um projeto” substitua por “desenvolvimento de projeto”)
- Informações negativas (Profissionais que não possuem algum tipo de conhecimento, não devem colocar essa informação. A melhor opção é não informar nada)
- Nome de pais, marido ou esposa e filhos
- Referências pessoais (Contatos de pessoas que podem falar sobre o profissional não devem ser indicados)
- Motivo de saída de empregos anteriores
- Pretensão salarial
- Cartas de referência
- Certificados de cursos realizados
- Data e assinatura

Fonte: http://g1.globo.com/concursos-e-emprego/noticia/2013/07/veja-como-montar-um-curriculo-para-conseguir-o-primeiro-emprego.html

05/07/13

Concurso Cobra Tecnologia abre inscrições para técnico de operações


A Cobra Tecnologia S.A. empresa do Banco do Brasil, abre nesta quinta-feira (4) as inscrições do concurso público para formação de cadastro reserva para o cargo de técnico de operações – equipamentos, para atuação em todo o país. O salário é de R$ 1.537,79 para jornada de 44 horas semanais.

O salário é de R$ 1.537,79 para jornada de 44 horas semanais.Candidatos devem ter ensino médio técnico completo.

Os classificados deverão ser contratados durante a validade do concurso, que é de 1 ano, prorrogável por igual período.

Os candidatos devem ter ensino médio técnico completo nas áreas de controle de processos industriais (automação industrial, eletroeletrônica, eletromecânica, eletrônica, eletrotécnica e mecatrônica) ou informação e comunicação (técnico em telecomunicações, técnico em manutenção e suporte em informática, técnico em redes de computadores e técnico em sistemas de transmissão) com registro no órgão de classe (Crea), além de disponibilidade para viagens, possibilidade de utilização de carro próprio e desejável carteira de habilitação na categoria B. Há possibilidade de os serviços exigirem turno de trabalho em regime diferenciado, feriados e finais de semana.

As inscrições devem ser feitas no site www.esppconcursos.com.br de 4 de julho a 1º de agosto. O pagamento da taxa de inscrição será no valor de R$ 24,62.

Os candidatos devem ter ensino médio técnico completo nas áreas de controle de processos industriais (automação industrial, eletroeletrônica, eletromecânica, eletrônica, eletrotécnica e mecatrônica) ou informação e comunicação (técnico em telecomunicações, técnico em manutenção e suporte em informática, técnico em redes de computadores e técnico em sistemas de transmissão) com registro no órgão de classe (Crea), além de disponibilidade para viagens, possibilidade de utilização de carro próprio e desejável carteira de habilitação na categoria B. Há possibilidade de os serviços exigirem turno de trabalho em regime diferenciado, feriados e finais de semana.

As inscrições devem ser feitas no site www.esppconcursos.com.br de 4 de julho a 1º de agosto. O pagamento da taxa de inscrição será no valor de R$ 24,62.

As inscrições devem ser feitas no site www.esppconcursos.com.br de 4 de julho a 1º de agosto. O pagamento da taxa de inscrição será no valor de R$ 24,62.

A prova objetiva está prevista para 25 de agosto, nas 27 unidades da Federação


Apostilas Específicas para o Concurso da Cobra Tecnologia.
Na versão Impressa e Digital

Na versão Impressa 

Na Versão Digital

No site da ESPP, é possível ler o edital (acesse o edital).


30/06/13

MEC divulga primeira chamada do Prouni dia 30/06/2013

Documentos precisam ser apresentados a partir desta segunda-feira (1º).
São oferecidas mais de 90 mil bolsas de estudo no ensino superior.

O Ministério da Educação divulgou neste domingo (30) o resultado da primeira chamada da segunda edição do Programa Universidade para Todos (Prouni) 2013 (veja link ao lado).
Os convocados deverão comprovar as informações nas universidades entre os dias 1º e 8 de julho. Quem não apresentar os documentos dentro do prazo perde a bolsa que passa a ser disponibilizada na segunda convocação. O resultado da segunda chamada sai em 16 de julho, e a comprovação deve ser feita entre 16 e 22 de julho.
Nesta etapa o sistema registrou 436.941 candidatos a bolsas. O número de inscrições chegou a 844.864 — cada estudante pode optar até por dois cursos.
O número de bolsas para universidades particulares de ensino superior desta edição do Prouni subiu de 90.010 para 90.045, sendo 55.693 integrais, de acordo com o MEC.
O processo seletivo do Prouni é restrito ao estudante brasileiro que não possui diploma de curso superior, que tenha feito no mínimo 450 pontos e não tenha zerado no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2012. Também é necessário ter cursado o ensino médio na rede pública, ou na particular na condição de bolsista.
Para concorrer às bolsas integrais, o candidato não pode ter renda familiar bruta mensal per capita que exceda o valor de 1,5 salário mínimo. Para as bolsas parciais, o valor é de três salários mínimos.

Site: 
http://siteprouni.mec.gov.br/
  •  
MEC divulga lista da primeira chamada do Prouni neste domingo (30) (Foto: Reprodução)Fonte: http://g1.globo.com

05/06/13

Concurso Público virou tema de Filme!


Lançamento: 19 de julho de 2013


Sinopse e detalhes:
Caio (Danton Mello), Rogério Carlos (Fábio Porchat), Bernardinho (Rodrigo Pandolfo) e Freitas (Anderson Di Rizzi) vieram de várias partes do país para o Rio de Janeiro, onde irão fazer a prova para um importante concurso público. Eles se conhecem na cidade maravilhosa, em meio aos estudos, mas logo percebem que apenas têm chances de passar na prova se conseguirem antecipadamente o gabarito. Para tanto eles entram em contato com o submundo, se envolvendo em várias confusões por estarem em uma cidade bem maior do que as que estão acostumados.

VEJAM ABAIXO O TRAILER OFICIAL:

video




28/05/13

Fim de concurso para cadastro poderá ser aprovado dia 29/05/2013


Nesta quarta-feira, dia 29 de maio, a Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) poderá encerrar a discussão quanto ao fim do concurso público para formação de cadastro de reserva, segundo informou a Agência Senado. O substitutivo a projeto de lei do senado PLS 74/2010, que proíbe esse tipo de seleção, assim como a oferta simólica de vagas, ou seja, um número inferior a 5% dos postos já existentes no cargo, poderá ser aprovado. A proposta formulada pelo ex-senador Marconi Perillo (PSDB-GO), recebeu o parecer favorável do senador Rodrigo Rollemberg (PSB-DF), relator, que considera a atual situação dos concursos arbitrária, impedindo o acesso justo e igualitário.

Além disso, o texto da futura lei, inibe a possibilidade do concurso expirar sem a nomeação dos aprovados; inclui a realização da sindicância da vida pregressa na como primeira avaliação, proibindo a eliminação do candidato que responde a inquérito policial ou processo criminal ainda sem condenação definitiva e ainda dispões que o edital deverá ser publicado no Diário Oficial da União 90 dias antes dã primeira etapa ser realizada,  assim como a indenização aos candidatos por prejuízos causados por cancelamento ou anulação do concurso com edital já publicado. Com a alteração do PSL 74/2010 alterado por substitutivo, se for aprovado nas duas votações na comissão e não houver recurso para ser examinado pelo Plenário do Senado, será encaminhado à Câmara dos Deputados.

Fonte: Folha Dirigida


23/05/13

Suspeita de fraude em concurso na Bahia


O Ministério Público da Bahia (MP-BA) abriu processo investigativo para averiguar se houve fraude no concurso público da Polícia Civil do estado. A suspeita é de que houve extravio de um envelope com as questões aplicadas aos candidatos ao cargo de delegado. O vazamento do gabarito com os resultados da prova destinada aos postulantes a investigador também foi denunciado por várias concurseiros.

Ontem, a 3ª Promotoria de Justiça de Assistência da Capital, responsável pela investigação, informou que o Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe/UnB) — organizador do concurso — e a Secretaria de Administração da Bahia (Saeb) têm 15 dias para prestar esclarecimentos sobre as queixas protocoladas na instituição.

Por meio de nota, o Cespe/UnB informou que houve erro no processo de impressão das provas para delegado. Segundo o organizador, entretanto, não aconteceu extravio do material, pois todas as normas de segurança foram adotadas. O órgão informou também que assim que o problema gráfico foi detectado, os fiscais de sala substituíram as provas. “A substituição é um procedimento padrão nesses casos. Dessa forma, este Centro reitera que não houve nenhum prejuízo aos candidatos e reafirma seu compromisso com a realização de certames seguros e isonômicos”, afirmou a nota.

Autorizado Concurso da Polícia Federal - CARGOS ADMINISTRIVOS


PORTARIA AUTORIZA CONCURSO PARA ÁREA ADMINISTRATIVA DA POLÍCIA FEDERAL

Brasília, 22/5/2013 – O Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão autorizou hoje a realização de concurso publico para o provimento de 566 cargos na área administrativa da Policia Federal. Há vagas tanto para nível superior quanto para nível intermediário do Plano Especial de Cargos do Departamento de Polícia Federal .
Segundo a Portaria nº184 , publicada nesta terça-feira no Diário Oficial da União, os interessados podem concorrer aos cargos  Psicólogo (3), Administrador (4), Arquivista (2), Assistente Social (7) e Contador (5) . Todos estes cargos exigem nível superior de formação e têm remuneração inicial de R$ 4.039,32. O concurso prevê também 11 vagas de Engenheiro, de nível superior, integrante da Estrutura Remuneratória Especial de Cargos Específicos da Polícia Federal, com remuneração inicial de R$ 5.081,18.
As vagas de nível intermediário são 534, para o cargo de Agente Administrativo, com remuneração inicial de R$ 3.316,77.
A realização do concurso público observa o que está disposto no Decreto nº 6.944, de 21 de agosto de 2009. O edital de abertura das inscrições deve ser publicado em até seis meses, contando a partir de hoje.

Fonte: Ministério do Planejamento


17/05/13

Check-List de Véspera da Prova


Véspera Zero:
O dia zero. Você já está na véspera!
Comece a se organizar, estudar e treinar. Se o concurso está perto, faça o melhor possível e lembre que o país está cheio de concursos

Véspera 1 (30 a 60 dias antes da prova):
Visualizar-se na prova, calmo e tranqüilo
Revisão /Resumos
Leitura de edital / legislação / súmulas / material mais importante
Treinar provas (fazer simulados). Procure treinar com o nº de questões e tempo que serão exigidos no dia da prova (ideal: provas anteriores)

Véspera 2 (semana de véspera):
Entusiasmar-se com a prova chegando
Ver local e transporte para a prova
Conferir número de inscrição e documentos
Evitar brigas
Separar material / roupas / remédios (diarréia, dor de cabeça, dor de
dente, absorvente, sonrisal e remédios de uso pessoal), tudo para a prova
Colocar num canto, pasta ou prateleira

Véspera 3 (1 a 2 dias antes da prova):
Alegria, alegria, alegria !!!
Não estudar ou, se estudar, algo muito leve
Ritmo de concentração para jogo de Copa do Mundo
Comer só em lugares conhecidos e comidas conhecidas
Evitar esforços físicos (lesões) e novidades.
Lazer agradável. Relaxe!
Concentração : pensar na prova e visualizar-se calmo e tranqüilo
Separar roupas
• levar agasalho para se o tempo esfriar
• roupas confortáveis, não é dia de desfile
• roupa compatível com o lugar e cargo
Faça alguma caminhada ou passeio leve, se possível, para relaxar
Vá ao cinema ou teatro, nada muito tarde
Despertador, pelo menos dois sistemas (um sem depender de energia elétrica). Acorde mais cedo que a “conta do chá”
Deslocamento.Condução ou carro ok? (Preveja um pneu furado)

Material para a prova:
Identidade
Cartão de inscrição
Relógio de pulso
Dinheiro para o deslocamento e lanche
Material : caneta, lápis, borracha (dois ou três de cada)
Corretivo, liquid paper (pergunte ao fiscal se pode usar)
Lanche . Sugestões: algo para beber, biscoito salgado e doce, chocolate
Remédios (dor de cabeça, diarréia, pessoais etc.)
Dê uma última olhada nos códigos e/ou livros de consulta e apague
as observações que possam lhe prejudicar
Motive-se ! A hora chegou!

Dormir :
Conferir despertadores / acordar com boa antecedência (cedo)
hora de dormir, alegre-se: amanhã é um grande dia! amanhã é um grande dia!

Por William Douglas

Cursos Online na Área de Concursos Públicos



16/05/13

10 Mandamentos para passar em Concurso Público


1- Abandone os pensamentos negativos e fique bem com você. Visualize os seus sonhos. 

2- Saiba que você pode melhorar sua vida: saúde, emprego, relacionamentos... Basta querer e ter força de vontade para transformar objetivos em realidade. Planeje-se e aja. 

3- Conquista requer trabalho. Abra mão de alguns prazeres agora para ter outros melhores no futuro. Pense: se você fizer o que sempre fez vai ter os mesmos resultados que sempre teve. Trabalhe duro pelo seu sucesso. 

4- Minimize os problemas com sabedoria. Um exemplo simples: cortar um pão com uma faca cega demora cinco minutos, com uma faca afiada apenas um. Se você quer passar em concurso, adquira conhecimento e treino. Estude e faça exercícios. 

5- Exercite seu cérebro e sua memória. Eles são instrumentos poderosíssimos. 

6- Administre o tempo. Esteja por inteiro no que faz. Divida suas atividades em duas categorias: as que podem esperar e as que não podem. O concursando de sucesso é o que estuda muito, estuda bem, mas também separa algum tempo para a saúde, família e lazer. 

7- Equilibre-se. As pessoas se preocupam cada vez mais em consumir, ter bens materiais e cada vez menos com o seu próprio corpo e mente. Questiona-se: Você tem equilíbrio emocional? Sente-se bem com o seu corpo? O primeiro ambiente favorável para as conquistas é o de um corpo e uma mente equilibrados. 

8- "Quem com porcos anda, farelo come"; quem quer melhorar de vida tem que se juntar com pessoas que querem melhorar de vida. Esse é um jeito de investir no que você quer ser. Escolha bem suas companhias. 

9- A diferença entre o sonho e a realidade é a quantidade certa de tempo e trabalho. Aprenda a trabalhar e a ter paciência para colher os resultados. 

10- Não existe conflito entre a intelectualidade e sucesso e a relação com Deus. Minha experiência me mostrou que Ele existe e quer se comunicar conosco. Constatei que as pessoas que têm sucesso são as que conseguiram chegar a um bom relacionamento com a divindade. Deixe Deus ajudar você. 

William Douglas.




15/05/13

Tire suas Dúvidas sobre o Enem 2013

DATAS

1 - Quando serão feitas as inscrições para o Enem 2013?

Das 10h do dia 13 de maio até 23h59 do dia 27 de maio, observado o horário oficial de Brasília-DF.

2 - Quando será a aplicação das provas do Enem 2013?

Nos dias 26 e 27 de outubro de 2013, com início às 13h, horário oficial de Brasília-DF, em todas as unidades da Federação.

INSCRIÇÕES

3 - Qual o valor da taxa de inscrição?

Para os inscritos pagantes a taxa é de R$ 35,00 (trinta e cinco reais). Ela deverá ser paga por meio de GRU simples (boleto), gerado no ato de inscrição. O boleto pode ser reimpresso durante todo o período de inscrições, e deve ser pago até o dia 29/05/2013. Caso contrário, a inscrição não será efetivada.

4 - Quem está isento do pagamento da taxa?

Todos aqueles que estiverem concluindo o ensino médio em 2013 em escola pública são automaticamente isentos. Nos demais casos, o participante pode pleitear isenção de taxa declarando-se pertencente a família de baixa renda, incluindo os casos amparados na Lei nº 12.799, de 10 de abril de 2013. O pedido de isenção do pagamento da taxa somente poderá ser solicitado por meio do sistema de inscrição.

5 - Haverá atendimento diferenciado a participantes com necessidades especiais?

Sim, desde que o participante nessas condições informe suas necessidades especiais no ato na inscrição. Eles deverão dispor dos documentos comprobatórios, que poderão ser solicitados pelo Inep a qualquer momento.

6 - Estudantes de classes hospitalares poderão fazer o Enem 2013?

Sim. Para isso é fundamental que essa informação seja prestada no ato da inscrição. O participante nessa situação deverá dispor dos documentos comprobatórios, que poderão ser solicitados pelo Inep a qualquer momento.

7 - E os guardadores do sábado?

O sabatista terá sua condição respeitada. Para tanto, é indispensável que solicite, no ato de inscrição, esse atendimento específico. Ele deverá ingressar no local de prova no mesmo horário de todos os participantes – entre 12 e 13h, horário de Brasília – e irá aguardar em uma sala o início de sua prova, que será após as 19h.

8 - O participante deverá manter o número da senha gerada no ato de inscrição?

Sim, o número de inscrição e a senha deverão ser mantidos sob guarda do participante e são indispensáveis para o acompanhamento do processo de inscrição, para a obtenção dos resultados individuais via Internet e para a inscrição em programas de acesso ao ensino superior, programas de bolsa de estudos e de financiamento estudantil, entre outros programas do Ministério da Educação. A senha de acesso ao sistema é pessoal, intransferível e de inteira responsabilidade do participante.

9 - Em caso de perda, como o participante fará para recuperar a senha?

A recuperação da senha será feita no endereço eletrônico http://sistemasenem2.inep.gov.br/inscricaoEnem e será encaminhada por e-mail ou SMS, informados pelo próprio participante no momento da inscrição. O participante deverá informar o número de seu CPF e sua data de nascimento.

10 - Como se dará a confirmação da inscrição?

Para os participantes não isentos, a inscrição será considerada válida após a confirmação do pagamento – no valor correto, no prazo estabelecido e com o boleto gerado no sistema de inscrição e/ou acompanhamento. Para os participantes que declararem carência socioeconômica, a inscrição será considerada válida se confirmada a carência. O Comprovante da Inscrição do participante estará disponível no endereço eletrônico http://sistemasenem2.inep.gov.br/inscricaoEnem, sendo de responsabilidade exclusiva do participante acompanhar a situação de sua inscrição.

11 - O participante receberá cartão de confirmação?

Sim, pelos Correios, no endereço informado no ato da inscrição. O cartão de confirmação poderá também ser impresso na página de acompanhamento da inscrição do Exame. Esse documento contém o número de inscrição, data, hora e local onde serão realizadas as provas, a indicação dos atendimentos diferenciados ou específicos, da opção de língua estrangeira e da solicitação de certificação. Cabe ao participante acompanhar sua inscrição, por meio da página de acompanhamento.

APLICAÇÃO DA PROVA

12 - Como serão as provas do Enem 2013?

Serão quatro provas objetivas, contendo, cada uma, 45 questões de múltipla escolha, e uma redação. As provas objetivas e a redação avaliarão:





Área do ConhecimentoComponentes Curriculares
Ciências Humanas e suas Tecnologias.História, Geografia, Filosofia e Sociologia.
Ciências da Natureza e suas Tecnologias.Química, Física e Biologia.
Linguagens, Códigos e suas Tecnologias e Redação.Língua Portuguesa, Literatura, Língua Estrangeira (Inglês ou Espanhol), Artes, Educação Física e Tecnologias da Informação e Comunicação.
Matemática e suas Tecnologias.Matemática.

13 - Quando será cada prova e qual sua duração?

No primeiro dia, sábado, de provas serão realizadas as provas de Ciências Humanas e suas Tecnologias e de Ciências da Natureza e suas Tecnologias, com duração de 4 horas e 30 minutos, contadas a partir da autorização do aplicador.

No segundo dia, domingo, serão realizadas as provas de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, Redação e Matemática e suas Tecnologias, com duração de 5 horas e 30 minutos, contadas a partir da autorização do aplicador.

14 - Onde serão aplicadas as provas?

As provas serão aplicadas em todas as unidades da Federação. Os locais de aplicação serão informados no Cartão de Confirmação da Inscrição e na página de acompanhamento da inscrição do Enem, no endereço eletrônicohttp://sistemasenem2.inep.gov.br/localdeprova. O participante escolhe o município onde deseja realizar sua prova, no ato da inscrição.

15 - É obrigatória a apresentação de documento com foto no dia da prova?

Sim, o documento deve ter foto e não pode estar com a validade vencida.

16 - Que documentos de identificação com foto podem ser apresentados?

Considera-se como documentos válidos para identificação do PARTICIPANTE: cédulas de identidade (RG) expedidas pelas Secretarias de Segurança Pública, pelas Forças Armadas, pela Polícia Militar, pela Polícia Federal; identidade expedida pelo Ministério da Justiça para estrangeiros; identificação fornecida por ordens ou conselhos de classes que por Lei tenham validade como documento de identidade; Carteira de Trabalho e Previdência Social; Certificado de Dispensa de Incorporação; Certificado de Reservista; Passaporte; e a Carteira Nacional de Habilitação com fotografia, na forma da Lei nº 9.503, de 23 de setembro de 1997.
Não serão aceitos em hipótese alguma Certidão de Nascimento, Certidão de Casamento, Título Eleitoral, Carteira Nacional de Habilitação em modelo anterior à Lei nº 9.503/97, Carteira de Estudante, crachás e identidade funcional de natureza privada, nem documentos ilegíveis, não identificáveis e/ou danificados, ou, ainda, cópia de documentos, mesmo que autenticadas.

17 - Mas e se a validade do documento estiver vencida e a foto não possibilitar identificação?

Nesses casos o participante poderá realizar as provas, desde que se submeta à identificação especial, que compreende a coleta de dados e assinatura em formulário próprio.

18 - E se o documento de identidade tiver sido roubado, extraviado, perdido ou furtado?

Nessas situações, o participante poderá fazer a prova desde que apresente o Boletim de Ocorrência expedido por órgão policial e emitido há, no máximo, 90 (noventa) dias da data de realização das provas e seja feita a identificação especial, com a coleta de dados e assinatura em formulário próprio.

19 - Que tipo de caneta pode ser usada no dia da prova?

Apenas caneta esferográfica de tinta preta, fabricada em material transparente.

20 - Qual será o procedimento quanto a aparelho celular ou qualquer outro eletrônico no dia da prova?

Ao entrar na sala o participante deverá desligar todo e qualquer aparelho eletrônico que traga consigo, incluindo celular. Nesse momento, será fornecido um porta–objetos com lacre, para que aparelhos e demais materiais proibidos sejam guardados. O porta-objetos deverá ficar embaixo da cadeira até o final das provas e só poderá ser aberto quando o participante deixar o local, sob pena de eliminação.

21 - Que outros objetos são proibidos?

O participante não poderá utilizar lápis, lapiseira, borrachas, livros, manuais, impressos, anotações, óculos escuros, boné, chapéu, gorro e similares e portar armas de qualquer espécie, mesmo com documento de porte. Caso esteja portando esses objetos, deverão ser armazenados no porta-objetos fornecido e mantidos sob a cadeira.

22 - Quando o participante poderá deixar o local do Exame?

Somente após duas horas do início das provas, sob pena de eliminação.

23 - Em que momento o participante poderá levar o Caderno de Questões?

Somente nos últimos 30 minutos antes do término das provas, sob pena de eliminação.

24 - Como preencher o Cartão-Resposta?

O participante deve ficar atento ao preencher seu cartão. Na capa do Caderno de Questões há informações sobre a cor do caderno e também uma frase em destaque. O participante deverá marcar no Cartão-Resposta a opção correspondente à cor da capa do seu Caderno de Questões. A frase em destaque deverá ser escrita nos Cartões-Resposta. Tanto a prova objetiva como a redação deverão ser transcritas nos respectivos Cartões-Resposta e Folha de Redação, que deverão ser entregues ao aplicador da sala ao término do Exame. Só será permitido o uso de caneta esferográfica preta de material transparente.
Somente serão corrigidas as redações transcritas na Folha de Redação e as questões marcadas com apenas uma resposta, sem emendas ou rasuras, no Cartão-Resposta.

CORREÇÃO DAS PROVAS

25 - Em que condição o participante não terá as provas corrigidas?

Em algumas situações:
a) quando deixar de indicar a cor do Caderno de Questões no Caderno de Respostas; 

b) quando sair da sala sem o acompanhamento de um aplicador, ou ausentar-se em definitivo antes das duas horas de início do Exame; 

c) quando não entregar ao aplicador o Cartão-Resposta e a Folha de Redação ao terminar as provas;

d) quando não entregar ao aplicador o Caderno de Questões, caso deixe a prova em prazo anterior aos últimos 30 minutos para o término;

e) quando ausentar-se da sala de prova portando o Cartão-Resposta e/ou a Folha de Redação;
f) quando não atender as orientações complementares da equipe de aplicação durante a realização do Exame;
g) quando recusar-se a transcrever a frase constante da capa do seu Caderno de Questões ou recusar-se a assinalar a cor da capa de seu Caderno de Questões no Cartão-Resposta durante o Exame.

26 - O que pode resultar na exclusão do participante?

Fornecer informações falsas no ato da inscrição pela internet, agir com incorreção ou descortesia para com qualquer participante ou pessoas envolvidas no processo de aplicação das provas; perturbar, de qualquer modo, a ordem no local de aplicação das provas, incorrendo em comportamento indevido durante a realização do Exame; comunicar-se, durante as provas, com outro participante, verbalmente, por escrito ou por qualquer outra forma; portar qualquer tipo de equipamento eletrônico de comunicação durante a realização do Exame; utilizar ou tentar utilizar meio fraudulento em benefício próprio ou de terceiros, em qualquer etapa do Exame, sem prejuízo de demais penalidades previstas em lei, utilizar livros, notas ou impressos durante a realização do Exame.

27 - Os Cadernos de Questões serão considerados para efeito de correção das provas?

Não, os rascunhos e as marcações assinaladas nos Cadernos de Questões não serão considerados para fins de correção.

28 - Nas questões objetivas, como é feita correção do Cartão-Resposta?

O processamento do Cartão-Resposta é realizado por leitura óptica, para identificar a marcação de respostas das questões objetivas. Por isso é imprescindível que o preenchimento do Cartão-Resposta tenha sido realizado com caneta esferográfica de tinta preta, de acordo com as instruções apresentadas, sob pena da impossibilidade de leitura óptica.

29 - Como é corrigida a redação?

A redação é corrigida por dois especialistas, de forma independente, sem que um conheça a nota atribuída pelo outro. Cada corretor atribuirá uma nota entre 0 (zero) e 200 (duzentos) pontos para cada uma das cinco competências totalizando 1000 (mil) pontos. A nota final corresponde à média aritmética simples das notas atribuídas pelos dois corretores. Caso ocorra uma diferença de 100 pontos ou mais entre as duas notas totais (numa escala de 0 a 1000) ou se a diferença de suas notas em qualquer uma das competências for superior a oitenta (80) pontos (numa escala de 0 a 200), a redação passará por uma terceira correção. Caso não haja discrepância entre o terceiro corretor e pelo menos um dos outros dois corretores, a nota final do PARTICIPANTE será a média aritmética entre as duas notas totais que mais se aproximarem, sendo descartadas as notas não convergentes. Caso o terceiro corretor apresente discrepância com os outros dois corretores, haverá novo recurso de ofício e a redação será corrigida por uma banca composta por três corretores que atribuirá a nota final ao PARTICIPANTE, sendo descartadas as notas anteriores.

30 - Em que casos poderá haver nota zero na redação?

Nos seguintes casos:
a) quando o texto não atender a proposta solicitada ou possuir outra estrutura textual que não seja a do tipo dissertativo-argumentativo, o que configurará “Fuga ao tema/não atendimento ao tipo textual”;

b) quando inexistir texto escrito na Folha de Redação, ela será considerada “Em Branco”;

c) quando o texto apresentar até 7 (sete) linhas, qualquer que seja o conteúdo, que configurará “Texto insuficiente” – quando a redação contiver linhas com cópia dos textos motivadores apresentados no Caderno de Questões, serão desconsideradas para efeito de correção e de contagem do mínimo de linhas;

d) caso o texto contenha impropérios, desenhos e outras formas propositais de anulação, bem como que desrespeite os direitos humanos e apresente parte do texto desconectada com o tema proposto de forma a caracterizar descompromisso com o Exame, quando a redação será considerada “Anulada”.

31 - Há mecanismos diferenciados para a avaliação das provas escritas dos participantes surdos ou com deficiência auditiva?

Sim. Na correção das provas escritas desses participantes serão adotados mecanismos de avaliação coerentes com o aprendizado da língua portuguesa como segunda língua.

DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS

32 - Quando os gabaritos serão divulgados?

Os gabaritos das provas objetivas serão divulgados na página do Inep, no endereço eletrônicohttp://portal.inep.gov.br/web/enem/enem, até o terceiro dia útil seguinte ao de realização das últimas provas.

33 - Quando serão divulgados os resultados das provas individuais?

Os resultados individuais do Enem 2013 somente serão disponibilizados no endereço eletrônicohttp://sistemasenem2.inep.gov.br/resultadosenem, em data a ser divulgada. Para acessar o resultado, o participante deverá informar o número de inscrição e senha ou CPF e senha.

34 - Por quanto tempo a informação do resultado individual permanecerá disponível?

O Inep manterá o registro dos resultados individuais de todos os participantes da edição 2013 do Enem disponível para consulta eletrônica por 2 (dois) anos, contados a partir da divulgação dos resultados.

OBJETIVOS E UTILIZAÇÃO DOS RESULTADOS

35 - Qual a finalidade do Enem?

A finalidade primordial do Enem é a avaliação do desempenho escolar e acadêmico ao fim do ensino médio. As informações obtidas a partir dos resultados do Enem são utilizadas para acompanhamento da qualidade do ensino médio no País, na implementação de políticas públicas, criação de referência nacional para o aperfeiçoamento dos currículos do ensino médio, desenvolvimento de estudos e indicadores sobre a educação brasileira e estabelecimento de critérios de acesso do participante a programas governamentais. O Enem serve também para a constituição de parâmetros para a auto-avaliação do participante, com vistas à continuidade de sua formação e à sua inserção no mercado de trabalho.

36 - O Enem tem como objetivo o acesso à educação superior?

Essa não é a única, mas é uma das funções. O Enem tem sido usado com sucesso como mecanismo de acesso à educação superior, tanto em programas do Ministério da Educação – Sisu e Prouni –, quanto em processos de permanência – Fies. Também tem sido utilizado em processos de governos estaduais e da iniciativa privada.

37 - O Enem 2013 poderá ser usado para certificação no ensino médio?

Sim, a certificação é mais uma das possibilidades que o Exame oferece. Os participantes maiores de 18 anos que ainda não terminaram a escolarização básica podem participar do Enem e pleitear a certificação no ensino médio junto a uma das instituições que aderem ao processo – secretarias estaduais de educação, os institutos federais e os centros federais. A lista das instituições conveniadas está no edital.

38 - Como será realizada a certificação de conclusão do ensino médio por meio do Enem?

No ato da inscrição o participante deve indicar a instituição certificadora onde irá solicitar a certificação para fins de conclusão do ensino médio. As instituições que firmaram Acordo de Cooperação Técnica para esse fim estão listadas no Edital. A definição dos procedimentos para certificação é responsabilidade das instituições certificadoras.

39 - A Instituição certificadora está relacionada ao local de residência do participante?

Não. A escolha da instituição certificadora pelo participante implica na concessão de autorização ao Inep para o envio de dados e notas obtidas para a Instituição Certificadora escolhida , entre as listadas no Anexo I do Edital.

40 - É o Inep que emite o certificado de conclusão do ensino médio?

Não. O Inep apenas encaminha os resultados para a Instituição escolhida pelo participante, para fins de certificação, de acordo com os critérios, diretrizes e procedimentos definidos em regulamentação específica das instituições.

41 - O que acontece quando, no ato da inscrição, o participante faz a opção por se inscrever também em programa governamental e em processo seletivo de ingresso a educação superior?

Automaticamente, o participante dará o seu formal consentimento para a disponibilização das suas notas e informações, incluindo as do questionário socioeconômico. Dessa forma, o Inep poderá encaminhar os dados e resultados dos participante do Enem à Secretaria de Educação Superior do Ministério da Educação (Sesu/MEC) e às Instituições de Educação Superior públicas ou privadas, de acordo com os critérios, diretrizes e procedimentos definidos em regulamentação específica de cada ente.

42 - O Inep fornece atestado e certidões?

Não. O Inep não fornecerá atestados, certificados ou certidões relativas à classificação ou nota dos participantes.

Apostila Enem / Fuvest / Fatec
FUVEST / ENEM / FATEC-VESTIBULAR - VOLUME IV-VESTIBULAR - VOLUME III-VESTIBULAR - VOLUME II-VESTIBULAR - VOLUME I-VESTIBULAR - VOLUME COMPLETO
FUVEST / ENEM / FATEC
VESTIBULAR - VOLUME IV
VESTIBULAR - VOLUME III
VESTIBULAR - VOLUME II
VESTIBULAR - VOLUME I
VESTIBULAR - VOLUME COMPLETO